Notícias

 
 
Picture of Admin Moodle
Festival Science on Stage 2015
by Admin Moodle - Tuesday, 14 July 2015, 5:35 AM
 

De 17 a 20 de Junho, decorreu em Londres, na Universidade Queen Mary, o Festival Science on Stage 2015 (SonS 2015). Cerca de 400 participantes, de 24 países europeus, incluindo Portugal, e do Canadá, estiveram presentes na maior feira educativa da Europa para professores de ciências, que destaca a importância da ciência e da tecnologia no ensino e que foi organizada este ano pelo Science on Stage Reino Unido sob o lema: Illuminating Science Education.

O Science on Stage Europe - Rede Europeia para o ensino das Ciências - é uma iniciativa europeia destinada a incentivar os professores de toda a Europa para partilhar as melhores práticas no ensino de ciências.

O ensino da ciência inovador e inspirador é visto como um elemento-chave para atrair os jovens para lidar com questões científicas, quer escolham ou não uma carreira profissional em ciência. Assim, Science on Stage visa estimular o interesse dos jovens através dos seus professores, que desempenham um papel fundamental para reverter a tendência de queda do interesse pela ciência e pela investigação científica atual.


Science on Stage visa facilitar o intercâmbio de boas práticas e ideias inovadoras entre os professores de ciências da Europa e fornecer uma plataforma ampla de debate entre educadores, administradores e políticos sobre os principais problemas no ensino das ciências atualmente. Destina-se a professores dos diferentes níveis de ensino da Europa. O objetivo é fortalecer a consciencialização e o interesse dos jovens pela ciência e tecnologia, aumentando a atratividade de aulas de ciências através da promoção de ideias inovadoras e interessantes.

De 2000 a 2008, os Festivais Science on Stage foram apoiados pelo EIROforum (parceria de organizações intergovernamentais de investigação) e pela Comissão Europeia. Os países participantes declararam a sua vontade de continuar as atividades na Declaração de Berlim de 2008 e fizeram-no sob a orientação do Science on Stage Alemanha. Em novembro de 2011, os representantes dos países participantes fundaram a associação sem fins lucrativos Science on Stage Europe, que está registada em Berlim e é reconhecida pela lei alemã.

O programa português do Science on Stage foi coordenado pela Ciência Viva – Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica. Desde 2013 até ao presente, encontra-se representado em Portugal numa colaboração NUCLIO – Núcleo Interativo de Astronomia e Planetário Calouste Gulbenkian – Centro de Ciência Viva.

Ao longo do ano de 2014 foram selecionados todos os participantes desta edição através de eventos a nível nacional nos 27 países membros. Cada Comité de Coordenação Nacional (NSC) é responsável pela organização e seleção de propostas.

O festival dá a oportunidade de apresentar as melhores práticas e ideias para a educação científica e para inspirar os colegas. Desta forma, exemplos de boas práticas serão espalhados por toda a Europa.

As atividades de acompanhamento (follow-up activities) após o evento são organizados em toda a Europa pelas Comissões Nacionais de Science on Stage, a fim de difundir os resultados e encorajar e inspirar os professores em cada país de origem.

O Agrupamento de Escolas Cândido de Figueiredo – Escola Secundária de Molelos – Tondela esteve representado com o projeto Math Birds, coordenado pelos professores de Matemática Zaida Roque (AECFT – ESM) e Valter Roque (Agrupamento de Escolas de Santa Comba Dão – Escola Secundária/3 de Santa Comba Dão). Este projeto (num total de cinco) representaram Portugal no Festival Science on Stage Europe.

O projeto Math Birds foi desenvolvido com o objetivo de valorizar a disciplina, reforçando a sua atualidade e pertinência junto dos estudantes. Neste sentido, foi idealizado um centro de recursos próprio, que permita aos alunos realizarem múltiplas atividades de aprendizagem, assumindo um papel de investigadores. Os recursos são caracterizados pela definição de objetivos de aprendizagem específicos e pela criação de material que os sustente, sendo previlegiada a utilização da tecnologia. O nome - Math Birds - foi inspirado numa atividade de modelação matemática implementada numa turma do 10º ano da Escola Secundária de Molelos onde duas alunas resolveram modelar matematicamente a trajetória dum pássaro do conhecido jogo Angry Birds.